Volvo Penta 1990

1990-1999

O ritmo dos novos produtos na década de 90 coincidiu com o mesmo ritmo estabelecido nos anos 80. Novos produtos foram introduzidos no mercado continuamente ao longo de toda a década, destacando a Volvo Penta como uma das empresas mais importantes em pensamento inovador e novas tecnologias.

1991 – O Conceito KAD

1991 – O Conceito KAD

Em 1991 a Volvo Penta lançou pela primeira vez o conceito KAD. A combinação de um compressor mecânico e um turbocompressor produziu potência alta máxima e torque massivo, diretamente de rotações lentas para uma aceleração incrível. Os primeiros dois motores foram o KAD42 com Duodrop e o motor de centro KAMD42. Ambos foram um tremendo sucesso, e o KAD42 tornou-se rapidamente a Aquamatic a diesel mais vendida do mundo.

1994 – Injeção Eletrônica de Combustível

1994 – Injeção Eletrônica de Combustível

A injeção eletrônica de combustível foi estendida a todo o programa de gasolina, como no motor compacto 63 de 6 litros, introduzido junto com o TAMD163 de 16 litros e 770 hp, o motor mais potente da Volvo Penta.

1996 – Hélice Retrátil (Folding) de Três Pás

1996 – Hélice Retrátil (Folding) de Três Pás

Este ano teve como marca a introdução do hélice retrátil (folding) de três pás patenteada, que combina desempenho excelente sob potência com resistência muito baixa quando a embarcação está navegando.

1997 – Novo Desempenho com KAD

1997 – Novo Desempenho com KAD

Em 1997 o conceito KAD foi estendido a uma série completa de motores a diesel marítimos de alto desempenho de 170 hp (125 kW) a 260 hp (191 kW): o KAD32, KAD43 e o mais moderno, o KAD44 EDC. Em conjunto com o exclusivo Duodrop, a série KAD fornece um desempenho que de muitas formas ultrapassa os motores a gasolina, ao mesmo tempo em que representa uma alternativa totalmente nova em desempenho de embarcações.