Estágio V

Tecnologia estágio V

Otimizada para o amanhã

Com nossa tecnologia de estágio V, que cumpre padrões de emissão mais rigorosos, damos um grande passo para um futuro mais sustentável. Como informação sobre nossa solução estágio V, estamos ouvimos nossos clientes para compreender suas necessidades futuras, bem como aproveitando a experiência de todo o Grupo Volvo. O resultado é uma solução projetada especialmente para a legislação estágio V e para atender as necessidades futuras das aplicações off-road dos nossos clientes.

Facilidade de instalação, operação e manutenção

Nossa abordagem ao estágio V segue a filosofia da Volvo Penta de projetar um sistema que favorece a facilidade – facilidade de instalação, operação e manutenção – e oferecer um conceito adaptado aos ambientes de trabalho dos nossos clientes. Além disso, o sistema é otimizado para aumentar a economia de combustível e reduzir os níveis de emissão, o que beneficia tanto os clientes quanto o meio ambiente. Para saber mais, assista ao filme onde o Chief Technology Officer da Volvo Penta, Johan Carlsson, explica a abordagem do estágio V.

Um sistema completo

No conceito estágio V da Volvo Penta, o motor e o sistema de pós-tratamento do escape (EATS) trabalham em perfeita harmonia para oferecer um desempenho que corresponda às necessidades do cliente, ao mesmo tempo em que atende aos padrões de emissões. A alta eficiência do sistema de pós-tratamento permite uma baixa complexidade do motor. O resultado final é que a tecnologia em toda a linha estágio V é otimizada para confiabilidade e tempo de funcionamento maximizados.

As vantagens das soluções Volvo Penta

Sistema de injeção commom rail 

Contribui para uma excelente economia de combustível e mantém baixos os níveis de ruído emitidos pelo motor, o que é muito importante para equipamentos que operam em ambientes urbanos.

Turbo de geometria variável 

Baixa complexidade, alta eficiência e baixo consumo de combustível.

Todos os dispositivos do modo térmico no motor 

A Volvo Penta escolheu utilizar um acelerador de admissão de ar, uma recirculação dos gases de escape (EGR) não arrefecida e um controlador da pressão dos gases de escape (EPG) elétrico para um gerenciamento térmico altamente eficaz do motor. Todos os três dispositivos de modo térmico trabalham em conjunto para permitir uma eficiência maximizada do pós-tratamento dos gases de escape e, assim, proporcionarem tempo de funcionamento maximizado, economia de combustível e requisitos de arrefecimento reduzidos.

Nenhuma regeneração de alta temperatura 

A regeneração de enxofre no catalisador de SCR (Redução catalítica seletiva) não é necessária; é necessária apenas a regeneração de fuligem para limpar o filtro de particulados de diesel (DPF). Também não há nenhuma necessidade de injeção de combustível adicional para criar essa regeneração: ela é sempre alcançada pelo gerenciamento térmico altamente eficiente do motor.

Estratégia de regeneração

Estratégia de regeneração para facilidade de operação

O motor estágio V da Volvo Penta e o EATS foram projetados para trabalhar em conjunto e assim maximizar a regeneração passiva durante a operação normal. Os dispositivos de gerenciamento térmico instalados no motor manterão automaticamente o temperatura de escape no nível ideal. Isso resulta em um tempo de funcionamento maximizado para o cliente.

Como a tecnologia de pós-tratamento estágio V funciona

O sistema de pós-tratamento é flexível, fácil de instalar, operar e manter. A abordagem modular garante que o sistema possa ser instalado em várias configurações e posições diferentes. Veja o filme para saber mais sobre como a tecnologia funciona.

A linha de motores

Estágio V

Linha de motor com um impacto global

A linha estágio V inclui os cinco modelos de motores da Volvo Penta, D5, D8, D11, D13 e D16, oferecendo a mesma faixa de potência de 105 a 565 kW (143-770 cv), como a oferta existente para aplicações industriais e off-road. A nova linha estágio V garante a compatibilidade de instalação entre os diferentes níveis de emissão. O programa do motor será consistente, do estágio II para o estágio V, o que é extremamente benéfico para os OEMs. Graças à compatibilidade com legislações de emissão anteriores, os clientes podem integrar soluções de estágios de emissão minimizando a necessidade de remodelar.

Por que o conceito estágio V da Volvo Penta é sua melhor opção

  • Facilidade de instalação, operação e manutenção
  • Baixo custo total de propriedade
  • Excepcional economia de combustível
  • Um escopo completo de alimentação, "conectar e ligar", da ventoinha ao tubo de escape
  • Melhor estratégia de regeneração para tempo de funcionamento maximizado
  • Rede de serviço mundial, excelente suporte técnico durante e após a instalação