Solução IMOIII da Volvo Penta

Solução IMO Tier III da Volvo Penta

Otimizada para o uso náutico

A Volvo Penta disponibilizará uma linha IMO III para aplicações de motor de centro, auxiliar, gerador e IPS. Usando a tecnologia de pós-tratamento de escape conhecida como SCR como parâmetro, essa solução robusta foi criada para condições marinhas adversas. O sistema processa combustível com alto teor de sulfato e sustenta uma pressão traseira sem esforço, mantendo a eficiência e manobrabilidade.

Um conceito de sucesso

Um conceito de sucesso

A tecnologia de pós-tratamento de escape escolhida pela Volvo Penta é a Redução catalítica seletiva, ou SCR, que garante uma alta potência e eficiência do motor mesmo com a redução de NOx. Utilizamos todo o conhecimento sobre a tecnologia SCR da Volvo Penta e do Grupo Volvo. Nossa solução IMO III foi adaptada para as condições marinhas mais adversas e testada nas nossas próprias fábricas e em aplicações comerciais de clientes. Serão 20 mil horas de testes até o lançamento, em 2018.

COMPROMISSO COM A PRATICIDADE

COMPROMISSO COM A PRATICIDADE

PRATICIDADE PARA INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO

Reproduzir

Com a Volvo Penta, você aproveita toda a praticidade uma oferta completa. Os processos de desenvolvimento e certificação da solução são realizados por uma única empresa, bem como a aprovação e os serviços de monitoramento e manutenção. Um sistema completo que inclui todas as funções. Um único ponto de contato. Uma plataforma de motor comum. Uma única provedora de suporte pós-vendas. Uma única ferramenta para o serviço técnico. Uma única interface para os operadores. O especialista em produtos náuticos comerciais Jan Willem Vissers é o seu guia.

Uma etapa importante

A diretora ambiental da Volvo Penta Cecilia Gunnarsson explica como nós conseguimos ir além dos requisitos das regulamentações IMO Tier III: "Nós usamos a tecnologia SCR para a redução de NOx, o IPS para conseguir uma maior eficiência energética e combustíveis não fósseis para reduzir as emissões de CO2. Essa combinação é uma etapa importante rumo à sustentabilidade."

Nossa SOLUÇÃO

O foco do IMO III é a redução do NOx, pois essas emissões representam um dano aos ecossistemas e uma ameaça à saúde dos consumidores. A solução Volvo Penta SCR reduz os níveis de NOx em até 75%. Com a tecnologia SCR, o fluido de escape de diesel (DEF) é injetado nos escapes, e os gases são misturados dentro da unidade do SCR. Ali, o teor de amônia do DEF/ureia transforma o NOx em nitrogênio e água. O sistema permite um teor de ureia entre 32 a 40%. Assista ao clipe para ter uma visão geral do sistema e ver como o SCR funciona.

FLEXIBILIDADE E INTEGRAÇÃO

FLEXIBILIDADE E INTEGRAÇÃO

Nós flexibilizamos a instalação. Como grande parte das instalações será para aumentar a potência, nós priorizamos a utilização do espaço. É por isso que demos ênfase a uma instalação fácil, usando a unidade SCR com um design que permite várias possibilidades de uso eficientes do espaço. A unidade SCR apresenta saídas duplas de seis polegadas e flanges com parafusos robustos para facilitar a instalação. Você também terá um sistema totalmente integrado. O monitoramento é integrado, e os valores são exibidos nas telas EVC ou MCC. Toda a solução é otimizada para facilitar a instalação, operação, manutenção e os serviços.

A LINHA D13 IMO III

O Volvo Penta D13 é um motor robusto projetado para gerenciar a pressão traseira sem esforço e processar combustível com alto teor de enxofre (até o limite de 1.000 ppm). O sistema de pós-tratamento de escape é personalizado para se adequar perfeitamente ao design. A unidade SCR também funcionar como silenciador e reduz i ruído para níveis entre 35-40 dBA. A Volvo Penta cumpre as metas da regulamentação IMO III e mantém o mesmo consumo baixo de combustível. Graças ao SCR, a saída de potência do motor não é afetada.

A LINHA D13 IMO III

A potência de saída da linha de motores IMO III varia entre 300 a 600 kW. A linha é composta pelo modelo de gerador 1500/1800 rpm (1), motor central R1-R4 (2), IPS R3-R4 (3) e motor auxiliar 1500/1800 rpm plus R1-R3 (4).