A MTS-Sandei pediu ajuda à Volvo Penta para potencializar sua nova colhedora de tomate

A Volvo Penta está fornecendo um motor de 8 litros para o fabricante agrícola especialista MTS-Sandei, para a sua mais recente colhedora de tomate. O novo modelo THV 800 do OEM é ainda assim o maior da empresa italiana, com uma capacidade de 80 toneladas por hora.
A máquina será alimentada pelo motor TAD871VE de 8 litros da Volvo Penta e foi criado devido à demanda do setor por uma máquina de maior capacidade. Foi testada com sucesso em campo por alguns dos clientes da MTS-Sandei. O THV 800 está em exposição na EIMA International Agricultural and Gardening Machinery Exhibition em Bolonha, antes do lançamento oficial em 2017.

"Este é um momento emocionante para produzirmos uma colhedora de tomate de alta capacidade e para satisfazermos as demandas dos clientes", diz Andrea Zanoli, gerente de pesquisa, desenvolvimento e operações na MTS-Sandei.

"Nosso THV 800 é um dos maiores no mercado global e acreditamos que será um líder de mercado."

A colaboração na nova máquina segue uma integração bem-sucedida dos motores Volvo Penta em três das outras colhedoras de tomate da MTS-Sandei em 2015. O THV 800 possui alguns componentes que são mais largos que os modelos anteriores, permitindo uma maior entrada e passagem de tomates e, portanto, uma maior capacidade por hora.

A máquina autopropulsora colhe suas plantações em um reboque puxado por um trator, e foi projetado para trabalhar por 24 horas por dia, todos os dias durante a época de colheita, que tipicamente dura por volta de 90 dias.

Colhendo os benefícios
A MTS foi fundada em 2003 e acrescentou a marca Sandei de colhedoras a sua frota agrícola cinco anos depois. A MTS-Sandei agora produz uma série de máquinas para colher plantios de frutas e vegetais. O THV 800 será vendido em todo o mundo, para regiões com clima ensolarado – uma necessidade para o cultivo de tomate. A máquina colhe frutas, solo e pedras até que o fruto sozinho é finalmente colocado limpo em seções no reboque; a máquina usa procedimentos mecânicos por meio de classificadores ópticos para conseguir isto. O THV 800 pode ser personalizado com uma variedade de acessórios para adequar-se às necessidades do cliente e pode também ser alterado para colher morangos, pimentas e pepinos.

"A máquina é forte e robusta para trabalhar continuamente, mas também precisa ser sensível o suficiente para lidar com a delicadeza dos vegetais," acrescenta Zanoli. "Penso nele como uma pessoa bonita, onde nossa nova colhedora de tomate é o indivíduo e o motor Volvo Penta é a joia que o faz verdadeiramente bonito e completamente valioso!"

MTS-Sandei

Andrea Zanoli, gerente de pesquisa, desenvolvimento e operações na MTS-Sandei.

A MTS-Sandei escolheu trabalhar com a Volvo Penta por três razões principais:

  • Tecnologia – como a Volvo Penta usa a SCR (Redução catalítica seletiva) para o seu sistema de pós-tratamento dos gases de escape na sua linha Stage IV/Tier 4 Final, isso significa que os motores são fáceis de instalar e manter.
  • Qualidade do produto – a percepção da marca da Volvo Penta é como um fornecedor de produtos premium.
  • Motor de alto torque a baixas rotações – o que torna seu uso de energia muito eficiente.
"Estamos muito felizes em colaborar com a Volvo Penta", diz Zanoli. "Eles são os melhores fornecedores para nós em termos de engenharia, e nossa relação se tornou como uma parceria."
Cuidando do meio ambiente
O TAD871VE da Volvo Penta é um motor a diesel Stage IV/Tier 4 Final de oito litros. O uso de SCR, ao invés de um filtro de partículas de diesel para controle de emissões, resulta em um motor compacto que é fácil de manter. Um sistema de injeção common-rail e a habilidade do motor de produzir torque alto a baixas rotações reduz o ruído e o consumo de combustível e, consequentemente, fornece uma redução nas emissões produzidas.

"Para plantações perecíveis como tomates, com baixas emissões de escape é muito importante", diz Giacomo Mondini, sales manager da Volvo Penta, Itália. "A MTS-Sandei, como nós, possui a filosofia de cuidar do meio ambiente, e temos investido muito tempo em pesquisa e desenvolvimento para tornar nossos produtos tão ecológicos quanto possível.

"Usar motores no setor agrícola é um desafio, por isso é bom ver que nosso modelo de oito litros trabalha bem na nova colhedora de tomate da MTS-Sandei.

A MTS-Sandei apresentará a nova THV 800 e sua colhedora de tomate TH400 (que também está equipada com um motor Volvo Penta) na EIMA; a empresa estará no Hall 29, estande C/11.

A Volvo Penta estará também na exposição em Bolonha de 9 a 13 de novembro e poderá ser encontrada no Hall 15, estande C/14.