Navegando pelo Pacífico Sul em busca dos lugares dos sonhos

O empreendedor australiano Jason Squire adora ir além das fronteiras da navegação comum. Ele já viajou 17 mil milhas náuticas, graças ao poder combinado de seu Riviera 6000 Sport Yacht e do Volvo Penta IPS. No episódio mais recente da série Boating Dreams, da Volvo Penta, Jason fala sobre suas viagens favoritas e do desejo de buscar outras explorações notáveis.

Com uma paixão por viagens e o desejo de relaxar na água, Jason Squire e sua parceira, Caitlin Harvey, já exploraram alguns dos lugares mais exóticos e lindos ao redor do Pacífico Sul. A Gold Coast da Austrália, Tasmânia, Fiji, Vanuatu e Papua-Nova Guiné estão entre os seus destinos preferidos até agora.

"Adoro viajar longas distâncias para descobrir lugares remotos", diz Squire. "Tendo crescido na Austrália, que é rodeada de lugares e destinos exóticos, sempre tive o interesse de aprender sobre novas culturas e ver novos litorais e paisagens. Tenho a curiosidade constante de ver o que há depois da próxima curva, o que existe na próxima baía. O oceano absorve sua mente, faz com que você viva o presente."

Depois de trabalhar sete dias por semana na sua floricultura on-line em Adelaide, ele se deu conta de que precisava dar um passo atrás e desestressar. Lançando-se ao mar em seu Riviera 6000 Sport Yacht, batizado de The Silver Fox, as incríveis viagens de Squire e Harvey atingiram a marca de cerca de 1.300 horas de funcionamento do motor. Eles encontraram uma imensa satisfação ao explorar lugares fascinantes, conhecendo pessoas encantadoras e aproveitando a vida submarina ao fazer mergulhos.

O inacreditável desempenho do barco permite viagens incríveis

O Silver Fox está equipado com uma instalação dupla do Volvo Penta D11-IPS950, que oferece desempenho ideal com manobras superiores e uma eficiência de combustível excelente.

"O melhor sobre o sistema Volvo Penta IPS é que ele oferece uma ótima eficiência de combustível; assim, você pode ir 40% mais longe do que quando usa um motor comum"”, diz Squire. "Isso é ótimo quando você está percorrendo longas distâncias. Quando seu destino está a 800 milhas náuticas, você precisa de toda a eficiência possível." Ele acrescenta: "Quando você está próximo de recifes, a manobrabilidade das unidades de propulsão é incrível. Você pode navegar de lado, para frente e para trás, girar no lugar, mantendo sempre o controle."

O iate também está equipado com vários recursos da Volvo Penta que facilitam a navegação, incluindo o Glass Cockpit – uma interface que simplifica o monitoramento e o controle de todas as informações do operador num só lugar – bem como um Sistema de Posicionamento Dinâmico e um joystick.

"O que eu mais gosto no Glass Cockpit é sua simplificação", diz Squire. "Tudo está integrado – todos os dados do motor, todos os dados de combustível, junto com navegação e sonar. Até as câmeras do barco e a visão noturna estão juntas e, assim, posso facilmente mudar de uma tela para a outra. É ótimo ter todos os controles num único espaço, pois assim você não precisa ficar olhando para diferentes mostradores aqui e ali; você pode simplesmente clicar na tela.

"O sistema de posicionamento dinâmico é ótimo. Quando você está procurando bons locais para mergulho, pode acabar se metendo no meio de arrecifes. Nessas horas, o melhor é sair e dar uma olhada onde estão os vários pontos de acesso. Ele funciona como um freio de mão: você simplesmente aperta o botão e mantém sua posição; o barco fica onde você quer que ele fique."

Squire está igualmente impressionado com a direção usando o joystick e com os recursos de ancoragem: “Ele lhe dá a manobrabilidade ideal; você pode conduzir e manobrar o barco em espaços restritos. Todos esses controles podem ser manipulados pelo joystick. É simplesmente incrível.”

Saiba mais sobre a série Boating Dreams da Volvo Penta >

Baixar imagem de alta resolução >