A Volvo Penta Apresenta O Conceito Híbrido De Propulsão Marítima

Projetado para possibilitar a operação com emissão zero de embarcações marítimas, a Volvo Penta apresenta um conceito híbrido para seu sistema de propulsão IPS. O modo somente elétrico permite a entrada em zonas ecologicamente sensíveis e também oferece maior conforto interno e características de manejo da embarcação aprimoradas.

 

A Volvo Penta apresenta o conceito híbrido de propulsão marítima

O sistema de propulsão IPS híbrido da Volvo Penta possibilitará a operação com emissão zero de embarcações marítimas.

Logo depois de anunciar que fornecerá soluções terrestres e marítimas com motores elétricos até 2021, a Volvo Penta revelou detalhes de um conceito IPS (Inboard Performance System) híbrido.

Projetada para ampliar ainda mais as vantagens do IPS, a variante híbrida permitirá que barcos operem em zonas de baixa e zero emissão e estima-se que seja introduzida nos próximos anos*. A configuração de híbridos também trará benefícios adicionais, incluindo menos ruído, vibrações e custos de operação.

Com base na tecnologia consagrada e na experiência do Grupo Volvo

O sistema híbrido IPS foi planejado inicialmente para a linha de motores de 8 a 13 litros, adequados para uso em embarcações como balsas, barcos-piloto e de abastecimento, bem como iates. Ele utiliza a consagrada tecnologia híbrida desenvolvida pelo Grupo Volvo e que a Volvo Penta agora está adaptando e certificando para aplicações marítimas, usando sua ampla experiência em propulsão de barcos.

"A variante híbrida é uma solução flexível, que mantém a alta eficiência oferecida pelo sistema IPS e acrescenta a capacidade de operar em ambientes de emissão zero", comenta Niklas Thulin, Diretor de Eletromobilidade da Volvo Penta.

"Com o torque total do motor elétrico disponível instantaneamente, o barco manterá no modo elétrico a capacidade de resposta e a controlabilidade pelas quais o IPS é famoso, além de oferecer a capacidade de operação de 10 a 12 nós."

Como funciona

Uma embreagem e um motor elétrico são adicionados entre o motor e a propulsão do IPS. O motor elétrico é alimentado pelos conjuntos de baterias de íons de lítio dimensionáveis (dependendo das necessidades da aplicação), que podem ser carregados externamente usando carregadores CA ou CC, ou recarregado usando o motor a diesel primário.

A abertura da embreagem permite que o barco opere no modo somente elétrico e, com a embreagem fechada, o motor a diesel e o motor elétrico podem ser usados em paralelo. Em termos de operação, o capitão usará as interfaces de controle já familiares do sistema IPS, com a adição de novas opções de modos de condução.

Design dimensionável

A natureza modular dos conjuntos de baterias permite que os clientes personalizem o design e o desempenho de barcos comerciais e de lazer. A maior capacidade da bateria permite um tempo maior de navegação usando apenas o motor elétrico e, com o carregamento externo frequente, possibilita o uso de motores a diesel menores e a redução dos custos de combustível.

Com o motor elétrico, as baterias que não requerem manutenção e a redução do tempo de operação do motor a diesel, o custo de manutenção também deve ser perceptivelmente menor. A Volvo Penta continuará a oferecer suporte aos clientes para a adaptação de uma configuração prop-to-helm, de acordo com as necessidades de cada aplicação específica.

O IPS híbrido paralelo está atualmente na fase inicial de desenvolvimento, com a validação do sistema no centro de testes da empresa em Gotemburgo, e o protótipo deve ser testado no mar no início de 2020.

Durante esse processo, a colaboração do cliente será um elemento importante no desenvolvimento do sistema para uso em uma ampla variedade de aplicações marítimas. O IPS híbrido estará disponível para clientes comerciais em 2021, seguido por uma opção para barcos de lazer logo depois.

Com o tempo, esse sistema evoluirá para tecnologias mais híbridas e variantes totalmente elétricas, como parte do compromisso da Volvo Penta de oferecer aos clientes soluções técnicas flexíveis que melhor atendam às suas necessidades.

Baixar imagem de alta resolução >

Baixar imagem de alta resolução de Niclas Thulin>

*(O Parlamento Norueguês tem atuado para suspender as emissões de navios de cruzeiro e balsas nos fiordes noruegueses, que são patrimônio mundial, tornando-os zonas de emissão zero até 2026, onde somente os navios elétricos poderão navegar.)

Related News